Plástica Montenegro

Cirurgias Plásticas

Prótese de silicone panturrilha

Prótese de panturrilha / plástica de panturrilha / panturrilhas resultados / implante panturrilha

Veja o vídeo
Explicativo

A panturrilha é uma das partes do corpo na qual mais se deseja definição, principalmente entre os homens. Apesar de algumas pessoas terem relativa facilidade no enrijecimento desta musculatura, outras não acham esta tarefa não simples. Graças ao recente desenvolvimento de próteses de silicone em formatos variados, a cirurgia de implante de panturrilha é realizada com mais precisão e os resultados são extremamente favoráveis, com altos índices de aprovação pelos pacientes.

O procedimento é indicado para pacientes que apresentam uma “batata da perna” com projeção muito pequena e desproporcional em relação ao resto do corpo. A panturrilha, para ter harmonia com a perna, deve ter um tamanho que acompanhe o das coxas, para que não dê a impressão de que é fina demais. A inclusão de prótese de silicone aumenta o volume da parte anterior das pernas, tornando seu contorno mais harmônico. A indicação para inclusão de prótese pode ser muito diferente de acordo com a necessidade de cada paciente, mas a mais comum é para aqueles que desejam um contorno corporal mais proporcional. Além destes, existem ainda os casos de danos decorrentes de acidentes ou determinadas condições de saúde que dificultam o enrijecimento dos músculos.

O grau de flacidez da pele é um fator importante a ser levado em consideração. Caso o paciente tenha sofrido um grande emagrecimento ou sua pele já tenha passado por processo de envelhecimento, provavelmente há uma sobra de tecido na região das pernas. Por este motivo, a simples inclusão da prótese pode significar uma aparência mais envelhecida ainda. Nos casos de flacidez, portanto, o médico opta por realizar, associada à inclusão da prótese, uma dermolipectomia, que é a retirada de pele em excesso de um determinado local.

O pré-operatório do procedimento consiste na realização de todos os exames laboratoriais prescritos pelo médico, na suspensão de medicamentos anticoagulantes – como o ácido acetilsalicílico – e em ter cigarro e bebidas alcoólicas evitados nos dias anteriores à cirurgia. Além disso, deve ser realizado jejum absoluto de sólidos e líquidos nas oito horas que antecedem o procedimento. Em caso de gripe ou mal estar, o médico deve ser avisado.

A cirurgia é realizada com anestesia local com sedação ou geral – nos casos em que é feita em conjunto com outro procedimento – e pode durar em torno de duas horas. O período de internação varia de 12 a 24 horas.

Especificações

Idade recomendada: a partir dos 18 anos
Anestesia: local com sedação ou geral
Duração da cirurgia: duas horas
Tempo de internação: entre 12 e 24 horas
Pré-operatório: realização de exames laboratoriais e suspensão do uso de medicamentos como, por exemplo, anticoagulantes
Pós-operatório: uso de meia de compressão durante dois meses
Tempo de recuperação:o retorno às atividades normais se dá em cinco dias, mas fica proibido dirigir e ficar sentado por longos períodos

Médico Responsável: CRM 51.769 | REQ: 14693