Plástica Montenegro

Cirurgias Plásticas

Mamoplastia Redutora

Mamoplastia de redução/mastoplastia/mamoplastia redutora

Veja o vídeo
Explicativo

A mamoplastia redutora, também conhecida como mastoplastia, é uma cirurgia plástica que reduz o tamanho da mama, equilibrando-o às proporções de cada paciente, de acordo com a posição das aréolas, contorno mamário e estrutura corporal.

Embora grande parte das mulheres deseje seios grandes, muitas delas sofrem pelo fato de suas mamas serem desproporcionais ao seu porte físico. A hipertrofia mamária faz com que as pacientes sofram de frequentes dores na coluna, prejudicando a postura, causando pressão nos ombros devido à alça do sutiã e dificuldade de executar tarefas simples, como vestir-se ou até praticar esportes.

Problemas como a displasia mamária (disfunção da mama que provoca a formação de nódulos, retenção de líquidos e dores agudas no período menstrual) depois de detectados em exames clínicos, podem ser solucionados pelo procedimento. A mamoplastia redutora, portanto, não possui apenas um caráter estético, como também um funcional, estando diretamente ligada à qualidade de vida da mulher.

Para as jovens, a situação pode ser ainda pior, pois pode gerar problemas psicossociais que dificilmente são resolvidos futuramente. O padrão feminino de beleza é algo intrínseco a nossa sociedade e o preconceito e a exclusão são grandes inimigos da auto-estima e da felicidade.

A maior vantagem da mamoplastia redutora é a possibilidade de unir a necessidade de garantir a saúde e o bem-estar à vontade pessoal de rejuvenescer, em busca da beleza.

A cirurgia pode ser realizada a partir dos 15 anos, na maioria das situações, pois, por volta desta idade, os seios já atingiram seu desenvolvimento máximo. Além disso, é na adolescência que os constrangimentos em função da aparência podem se tornar distúrbios de personalidade e dificuldades de adaptação na vida social.

Quanto à estética, os seios estão inseridos em um contexto de proporções corporais. O seu tamanho deve ser proporcional às dimensões do resto do corpo. Além das relações de proporção e harmonia, devem ser levadas em conta as características genéticas de cada paciente. Cada pessoa tem uma limitação para que o resultado final seja natural.

O pré-operatório do procedimento consiste na realização de todos os exames laboratoriais prescritos pelo médico, na suspensão de medicamentos anticoagulantes – como o ácido acetilsalicílico – e em ter cigarro e bebidas alcoólicas evitados nos dias anteriores à cirurgia. Além disso, deve ser realizado jejum absoluto de sólidos e líquidos nas oito horas que antecedem o procedimento. Em caso de gripe ou mal estar, o médico deve ser avisado.

Especificações

Idade recomendada:a partir dos 18 anos
Anestesia: local com sedação ou geral
Duração da cirurgia:entre duas e cinco horas
Tempo de internação: entre 12 e 24 horas
Pré-operatório: realização de exames laboratoriais e suspensão do uso de medicamentos como, por exemplo, anticoagulantes
Pós-operatório:uso de sutiã cirúrgico por, no mínimo, um mês
Tempo de recuperação:7 a 14 dias

Médico Responsável: CRM 51.769 | REQ: 14693